Blog Chegou! Mobile app trends 2022: benchmar...

Presenciamos, ao longo de 2021, uma mudança global em direção a um mundo mobile à medida que os usuários voltaram-se ao uso de aplicativos em números recordes nos mercados do mundo todo. O ecossistema de aplicativos mobile enfrentou desafios significativos em 2021, como a contínua transformação dos hábitos dos consumidores e usuários em decorrência dos lockdowns e do distanciamento social, bem como das grandes mudanças na privacidade do usuário após o lançamento do iOS 14.5 da Apple e do AppTrackingTransparency (ATT). Ao continuar crescendo, apesar de todas essas mudanças, a indústria de app marketing demonstrou como é robusta, ágil e adaptável, além de como os anunciantes e desenvolvedores estão adeptos a encontrar e reter seu público-alvo.

Para ajudar a passar por essas mudanças e desafios, bem como oferecer o conhecimento necessário para que você possa superar a concorrência e gerar crescimento em 2022, a Adjust acabou de lançar seu mais novo relatório: Mobile app trends 2022: benchmark global da performance de aplicativos.

Com base no conjunto de dados da Adjust dos principais 2 mil aplicativos, o relatório oferece insights e análises de especialistas da indústria sobre o desenvolvimento global e regional dos aplicativos mobile. Acesse dados granulares sobre apps de fintech, e-commerce e gaming, entenda melhor seu público-alvo e a economia de aplicativos em 2022 para, assim, aprimorar o seu próprio app.

As principais descobertas incluem:

  • As instalações aumentaram na taxa ano a ano em 2021 para todas as categorias e regiões mensuradas, sendo que fintech chegou a 35%, e-commerce a 12%, e gaming a 32%.

  • Os aplicativos de negociações de ações e de criptomoedas cresceram significativamente e têm uma base de usuários altamente engajada. Enquanto eles são responsáveis por 7% e 2% de todas as instalações de aplicativos de fintech, respectivamente, os registros para as sessões foram de 17% e 6%.

  • Os jogos hipercasuais atingiram a maior parte das instalações no setor de gaming (27%), mas foram os de ação que levaram a maior proporção de sessões (30%).

  • Os aplicativos de marketplace tiveram uma taxa de retenção significativamente melhor que outros na categoria de e-commerce (dia 1 com 27% contra 19% e dia 30 com 10% contra 7%).

  • De acordo com os dados da Adjust, as categorias de fintech, e-commerce e gaming tiveram as maiores receitas mensais in-app da história em 2021.

Quer receber as últimas novidades da Adjust?